1 de julho de 2019

COWORKING – A EVOLUÇÃO DO HOME OFFICE

Uma nova tendência para condomínios

Ambientes de trabalho compartilhados e suas vantagens

Os ambientes de trabalho compartilhados vêm conquistando muitos brasileiros de alguns anos pra cá. Essa tendência traz consigo uma boa realidade: a de que muitas pessoas, em especial os jovens, estão cada vez mais inclinadas ao empreendedorismo.

 

Também chamados de coworkings, os escritórios com espaços compartilhados oferecem inúmeras vantagens aos seus usuários, especialmente aqueles que estão iniciando suas atividades no mercado de trabalho, e o melhor, essa nova tendência invadiu os condomínios residenciais, que têm incluído em seus projetos espaços de trabalho compartilhados. A seguir vamos destacar algumas vantagens desses ambientes e falar mais sobre isso.

 

Boa localização

A primeira vantagem é certamente uma das principais, pois em grandes cidades, ter um escritório com boa estrutura e boa localização custa caro e, para quem está no início do negócio, pode ser uma despesa significativa. Além disso, uma boa localização é vantajosa para o acesso do cliente, que vai até você com mais facilidade, caso seja necessário. No caso dos coworkings nos condomínios, os moradores têm ainda mais comodidade para trabalhar sem, necessariamente, sair de casa.

 

Senso de comunidade

Fazer parte de um coworking traz para o profissional a criação de um senso de comunidade, uma vez que ele aprende a lidar com diversos profissionais, compartilhando o mesmo lugar, as ideias e os ideais de cada empresa. Além disso, entende a necessidade de respeitar espaços, aproveita aqueles momentos de network e compartilha conhecimento diante dos mais diversos assuntos.

 

Trabalho sem sair de casa

E por falar em senso de comunidade, já mencionamos acima que os “invadiram” os condomínios. É que os projetistas observaram esse crescimento de pessoas que trabalham por conta própria e, muitas vezes em casa, assim, passaram a oferecer além da tradicional área de lazer, espaços gourmet, fitness e brinquedoteca, aos ambientes de trabalho compartilhados. Dessa forma, o morador tem seu ambiente de trabalho “em casa”, ao mesmo tempo que pode realizar parcerias com os demais profissionais que atuam no lugar.

Um estudo recente chamado Millennials Future Home 2020, feito pela consultoria internacional WGSN, aponta que os jovens nascidos até os anos 90 tem cada vez mais buscado morar em empreendimentos com ambientes de trabalho compartilhados em sua estrutura. Os estilo de vida profissional mais ativo, com mais ideias inovadoras e de forma mais dinâmica traz consigo a necessidade de sair do trivial em relação ao trabalho, e o crescimento dos coworkings justifica essa realidade.

 

Baixo custo

Os custos são altos para quem empreende. E num momento de contenção de gastos, os ambientes compartilhados de trabalho representam uma economia que pode ser investida em capacitação, melhores equipamentos de trabalho e até numa comunicação eficiente com investimentos em marketing digital, por exemplo. E quando esse espaço de trabalho compartilhado está no condomínio onde mora, essa praticidade e economia tende a aumentar.

 

Agora imagine que você more em um apartamento alugado ou que deseja comprar um novo apê, mas que também terá gastos extras com o aluguel de uma sala para desenvolver seu trabalho. Imaginou? A solução nesse caso seria unir moradia e trabalho num mesmo local, certo? Então é exatamente essa ideia que tem sido colocada em prática por muitas construtoras no país. São empreendimentos com essa praticidade, autonomia de tempo e tudo isso incluso no condomínio, sem precisar de gastos com deslocamento, estacionamento e o estresse diário do trânsito.

 

Criação e manutenção de rede de contatos

Trabalhar num ambiente compartilhado pode até ajudar a ampliar a rede de contatos, uma vez que, diariamente você encontra pessoas de diversos segmentos de mercado. Isso possibilita, ainda, um compartilhamento de experiências mais amplo, propício para a execução de novos negócios ou parcerias.

Caso você não saiba, diversas startups (empresas de ascensão exponencial) nascem nos ambientes de trabalho compartilhado.

 

Maior concentração no trabalho diário

Muitos empreendedores freelancers, ou seja, aqueles que trabalham por conta própria, optam por trabalhar em casa para reduzir custos com escritório, porém, nem sempre é possível garantir foco e concentração. É nessas horas que o ambiente de trabalho compartilhado faz toda a diferença, já que é um ambiente silencioso, confortável e com iluminação adequados, facilitando a execução das tarefas desenvolvidas

1 de julho de 2019